Blog

VOCÊ CONHECE O SEU CABELO? ENTENDA TODOS OS TIPOS E SAIBA IDENTIFICAR O SEU

O primeiro passo para cuidar dos seus fios da maneira correta é conseguir reconhecê-los enquanto oleosos, mistos, secos ou quebradiços. Isso porque para cada tipo de cabelo existe um tipo de produto, uma forma de cuidar e de manter. Continue lendo e aprenda a reconhecer suas madeixas e a cuidar delas do jeito certo.

Como já dito, os seus cabelos podem ser oleosos, mistos, secos e até quebradiços. Essa diferença ocorre por conta da oleosidade natural produzida no couro cabeludo que pode, ou não, chegar ao comprimento dos fios. Quanto mais liso for o cabelo, maior a probabilidade disso acontecer. Além disso, existem algumas outras características diferentes entre eles que podem te ajudar a reconhecer

Tipo de cabelo

Entender qual o seu tipo de cabelo, ou a condição atual dele, vai te ajudar a mantê-lo saudável e bonito, ou a recuperá-lo com os produtos certos e específicos para ele. No entanto, consultar um dermatologista ou cabeleireiro de confiança é sempre importante. Usar qualquer produto por conta própria pode atrapalhar a saúde dos fios ao invés de ajudar.

Cabelos secos

Cantora Beyoncé com cabelo natural

Essa é a denominação cosmética e popular para cabelos que não são sedosos devido a falta de oleosidade produzida na raiz, que não chega ao comprimento e a ponta dos fios. Por conta disso, o cabelo tem menos brilho e fica mais ressecado. Ele pode ser seco por uma característica natural, ou pode ser uma condição adquirida.

Por condições adquiridas queremos dizer o excesso de exposição solar, a poluição e o uso inadequado de produtos capilares. Outra característica do cabelo seco é a vulnerabilidade aos agentes externos como vento, sol e processos químicos, ou seja, tinturas e alisadores permanentes. Cabelos secos também costumam ter bem mais volume em relação aos outros.

Cabelos Oleosos

Atriz norte-americana Gwyneth Kate Paltrow

Como no anterior, essa é denominação popular e cosmética para cabelos com mais teor de oleosidade, neste caso a oleosidade não tem dificuldade alguma para chegar ao comprimento e muito menos às pontas. São cabelos geralmente mais lisos e escorridos, chegando a parecer estar grudado à cabeça dependendo da variedade do fio.

Uma maneira fácil de reconhecer se esse é o seu tipo de cabelo, é observar se ele fica com aspecto sujo mais rapidamente. Os fios também costumam ser mais pesados e brilhosos, quase sem volume aparente. Da mesma maneira que os cabelos secos, este pode ser oleoso por uma característica natural ou pode ser uma condição adquirida .

Alguns fatores que podem resultar na oleosidade excessiva são a falta de uma rotina de higiene, o uso inadequado de produtos capilares e a exposição a ambientes muito úmidos ou com alto teor de vapores de gordura.

Cabelos Mistos 

Modelo brasileira Gisele Bündche

No mundo dos cosméticos e na fala popular, os cabelos mistos são aqueles que têm dupla personalidade e estão entre os extremos de secos e oleosos. Nestes fios, a oleosidade costuma estar bastante presente na raiz mas não consegue chegar ao comprimento de fato e nem às pontas.

Geralmente são fios mais grossos, mas não necessariamente cacheados ou ondulados. São os mais comuns de serem encontrados, e uma maneira interessante de reconhecê-los é observar a diferença entre a raiz e as pontas. A primeira tende a ser bem oleosa enquanto a segunda, é ressecada.

Cabelos Quebradiços

Os cabelos quebradiços/danificados apresentam sinais de deterioração da fibra capilar que podem ter sido ocasionados por diversos fatores que de maneira isolada ou concomitante contribuem para esse quadro. As causas que levam ao dano capilar podem ser físicas, ambientais ou químicas.

De acordo com a exposição dos fios aos fatores nocivos, temos diferentes níveis de danos que podem ser leves, moderados e severos. No entanto, um ponto comum nesse quadro é a falta de resistência dos fios que traz uma propensão à quebra.

A quebra pode ocorrer em diversas regiões dos fios e de acordo com os agentes do dano pode se concentrar em locais mais expostos a esses fatores. Mesmo quando não há quadro de quebra, observamos que os cabelos danificados apresentam opacidade, aspereza, cutículas abertas e pontas duplas.

É importante entender que os cabelos danificados necessitam de tratamento específico rapidamente para que não haja agravamento da situação.

Agora você já conhece e sabe qual seu tipo de cabelo, certo? Então só falta começar a cuidar dele do jeito certo e compartilhar com as amigas que gostam de cuidar das madeixas!!

Para ficar por dentro de tudo e ter mais conteúdos como esse, siga as nossas redes sociais!

Instagram | Facebook