Blog

Mitos e verdades sobre box braids: conheça a fundo a tendência

As famosas box braids são as queridinhas das crespas, cacheadas e de quem está passando por uma transição capilar.

Elas são práticas, estilosas e estão ganhando cada vez mais adeptas. Pensando nisso, resolvemos trazer alguns mitos e verdades sobre elas e assim, te ajudar a desmistificar o que você acha que sabe sobre o assunto.

E, claro, selecionamos algumas dicas de ouro para quem já tem box braids e para quem está pensando em fazer.

 

Vamos lá? Boa leitura! 

O que são box braids?

Elas também são conhecidas como tranças Kanekalon ou sintéticas, e nada mais são do que tranças protetoras feitas juntos aos fios naturais com cabelos sintéticos.

Quanto ao nome, box braids, vem do inglês americano onde “braids” significa tranças  e “box” significa caixa. O que faz todo sentido já que nesse penteado as tranças são com o cabelo divido em tranças quadradas que se parecem com caixas.

As tranças, assim como o seu nome, têm bastante influência da cultura negra dos Estados Unidos e aqui no Brasil podem ser feitas com lã, jumbo ou kanekalon. Isso vai depender do seu tipo de cabelo e de como a profissional trancista que você escolher trabalha.

Mitos sobre box braids

Detonam o cabelo natural

Como dissemos um pouco acima, as box braids são um penteado protetor. Ou seja, a ideia de que elas podem detonar o cabelo natural é absolutamente errada. 

Algumas pessoas pensam que elas podem prejudicar e abafar os fios, mas o efeito é totalmente oposto. As tranças sintéticas ajudam a proteger o cabelo das agressões externas como o sol, o vento e a umidade.

Alinhando isso aos cuidados necessários, as box braids podem ser na verdade a salvação do seu cabelo em algumas situações.

O cabelo fica sujo

Essa é outra ideia formada na cabeça da maioria das pessoas, mas que está totalmente errada. Na prática, a higienização do cabelo não é prejudicada de maneira alguma pelas tranças.

Para garantir a limpeza, basta usar o produto correto na hora do banho e garantir que elas estejam secas depois, evitando qualquer chance de mofo ou odor no couro cabeludo.

O material não faz diferença

Quem trabalha com isso ou já usa box braids sabe que o material usado na hora de trançar influencia bastante no efeito final e no peso. Para não prejudicar o cabelo natural, o profissional deve especificar qual dos três tipos é o mais indicado para cada caso.

A lá é uma das melhores opções para cabelos finos por ser mais leve, o kanekalon é para fios mais grossos por ser mais pesado e o jumbo, também tem leveza e permite que as pontas fiquem soltas.

Verdades sobre box braids

Tem prazo de validade

Sim, existe um prazo de validade para que as box braids façam parte do seu visual sem prejudicar  o cabelo natural.

Mesm que o aplique esteja bom, o máximo de tempo que ele pode ficar no cabelo são três meses.  E se você quiser continuar usando depois disso, deve deixar o cabelo respirar por pelo menos 15 dias.

Isso precisa ser respeitado porque depois de três meses o cabelo natural que está crescendo pode criar nós e começar a cair ou quebrar.

Ajudam no crescimento

Elas ajudam no crescimento, mas não é que façam o cabelo crescer mais rápido. O que acontece é que ao proteger o cabelo de danos externos , elas auxiliam os fios a crescer mais saudáveis.

Para quem está em transição capilar elas podem ajudar a disfarçar a diferença de texturas e ajudam a controlar a ansiedade de ficar medindo o crescimento todos os dias.

O tipo de cabelo faz diferença

Falamos sobre isso há alguns parágrafos, mas vamos aprofundar um pouco mais esse tema aqui. Além de prezar pela saúde, considerar o tipo de cabelo na hora de trançar também faz diferença no quesito estética.

Quem tem fios mais finos não deve optar por tranças compridas, uma vez que elas podem deixar o penteado sem volume e prejudicar o cabelo por conta do peso.

Agora, se você tem cabelos mais grossos, a dica é não optar pelas trancinhas muito pequenas para que o visual não acabe parecendo pesado. 

Como cuidar e higienizar

Agora que você já sabe o que são as box braids, e todos os mitos e verdades sobre elas,  está na hora de saber como cuidar e como higienizar as suas tranças.

Como já dito, o ideal é não deixar o penteado passar de 8 semanas e dar, pelo menos, 15 dias de descanso para o cabelo antes de voltar para as tranças.  

Além disso, os cuidados começam na cadeira do salão e você deve avisar o profissional se estiver repuxando na raiz ou muito apertado.

Para evitar o frizz, opte pela boa e velha touca de cetim e se possível troque também as fronhas por outras do mesmo material.

Quanto à higienização, a nossa dica é a linha Terapia Capilar, que tem ação terapêutica e auxilia no crescimento dos fios naturais. A aplicação nesse caso deve ser feita diretamente na raiz e o cabelo deve secar por completo antes de sair ou antes de você ir dormir.

Pronto, agora você sabe tudo o que precisa sobre as Box Braids e sabe como cuidar das suas se tiver. Gostou desse tipo de conteúdo? Então fique de olho no Blog que tem muito mais chegando.

 

Até mais.